Professora da Prefeitura de Nilópolis se aposenta com salário de R$ 15 mil

Imagine, após anos de serviço você se aposentar recebendo um salário de pouco mais de R$ 15 mil. Esta é uma realidade para um seleto grupo de servidores da Prefeitura de Nilópolis. Em plena crise ética que avança sobre os três poderes, nesta semana, mais exatamente na última sexta-feira (03), saiu no Diário Oficial da Prefeitura de Nilópolis, a Portaria Nº 154 de 01 de agosto de 2018, que aposenta a professora Marcia Cristina Ferreira d’ Anunciação Souza, que irá receber pelo resto da sua aposentadoria o valor mensal de (pasmem) R$ 15.133,63.

O valor polpudo, digno de marajás, só foi possível por que Marcia foi escolhida pelo ex-prefeito Alessandro Calazans para ser sua secretária de Turismo. Graças a Lei Ordinária 6.246 criada em 2008 pelo então prefeito Farid Abrão. Graças a essa Lei, qualquer servidor da Prefeitura de Nilópolis que ocupe, por pelo menos seis meses, cargos de confiança, como o de secretário, terá direito a incorporar o salário recebido no período a sua aposentadoria.

Aos meros mortais restará receber em média uma aposentadoria no valor de R$ 1.500 mensais. Não é sem razão que professoras e servidores municipais se revoltam contra privilégios. Como diria Boris Casoi , “isto é uma vergonha!” .

E a “Fábrica de Marajás” continuará a produzir outros poucos “ricos”.

1 Comentário

Deixe uma resposta